Internacional

Sargento russo é condenado à prisão perpétua por Crime de Guerra na Ucrânia

Condenação por crime de guerra é a primeira desde o início da invasão russa

Ouça a matéria

Nesta segunda-feira (23), Vadim Shishimarin, Sargento do Exército Russo, foi condenado à prisão perpétua por ter atirado contra um civil ucraniano próximo a um vilarejo das redondezas de Kiev; a condenação por crime de guerra é a primeira desde o início da invasão russa.

De acordo com a denúncia feita pela Procuradoria-geral ucraniana, Shishimarin alvejou um civil ucraniano, de 62 anos, quando andava em uma rua do vilarejo de Chupakhivka, próximo a Kiev, no dia 28 de fevereiro, quatro dias após o início da ocupação russa na Ucrânia.

Durante o julgamento, que ocorreu na última semana, o Oficial do Exército Russo reconheceu o crime e pediu perdão para a viúva da vítima, presente no tribunal; Vadim, afirmou que atuou sob às ordens do comandante da sua equipe, que supostamente fugia de soldados ucranianos.

Autoridades do Governo ucraniano realizaram um levantamento, e, de acordo com o mesmo, existem ao menos 10.000 casos de suspeita de crimes de guerra, supostamente, cometidos durante os ataques russos no seu território.

Via
g1

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo