Litoral

Saiba o porquê do fenômeno “rolar da praia”, na Caieiras, em Guaratuba

A pitoresca comunidade de pescadores artesanais de Caieiras, em Guaratuba, além de sua beleza natural e fatos histórico-culturais distintos (há um navio afundado na praia), abriga um dos fenômenos ambientais naturais mais intrigantes do litoral paranaense.

Conforme relatado pelo Prof. Fabiano Cecílio da Silva – Instituto Guaju – presidente da Associação de Moradores e Amigos de Caieiras, anualmente, quando o inverno se aproxima, correntes marinhas mais frias acabam fazendo com que grandes blocos de areia da praia se quebrem e se dissolvam mar adentro, num fenômeno conhecido tradicionalmente pelos nativos como “rolar da praia”.

O conhecimento desse fenômeno tradicional, pelos antigos pescadores que lá habitam, contribui para que possíveis danos materiais sejam preventivamente minimizados, pois, com a quebra dos blocos de areia e consequente afundamento da região da praia conhecida como “porto”, há risco do afundamento de embarcações (que podem ser dragadas), que ficam fundeadas naquela área ou em “terra”, pela ação rápida das marés.

Este ano, o fenômeno que aconteceu, por exemplo, no dia 23 de junho, foi considerado pelos pescadores como de pequena monta. Para os que nunca viram o “rolar da praia” acontecer, o susto é grande, pois além de modificar o alinhamento da praia, traz à tona dezenas de grandes pedras que outrora estavam enterradas na areia.

Até caçadores de tesouros com detectores de metais aparecem quando acontecem tais fenômenos, na esperança de encontrar algo de valor enterrado há muito tempo. Esta é mais uma grande curiosidade sobre Caieiras. Em pouco tempo tudo volta à normalidade e a vida continua a brilhar neste pedaço do paraíso.

Grupos de WatsApp

Grupos de WatsApp
Mostrar mais

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar