Política

Ratinho Junior estuda emitir decreto com medidas mais restritivas na próxima semana

Ouça a matéria

O Governo do Paraná prorrogou, nesta sexta-feira (14), as medidas de enfrentamento da pandemia no estado, até a próxima segunda-feira (17). Segundo o governador Ratinho Junior (PSD), a Secretaria de Saúde do Paraná (Sesa) vai analisar o cenário epidemiológico da Covid-19 para definir, na semana que vem, se amplia as restrições para reduzir a transmissão da doença.

Atualmente, a taxa de transmissão está acima de 1, o que indica crescimento do contágio, segundo o boletim epidemiológico do Paraná. A fila de espera por leitos de UTI Covid-19 no Paraná dobrou em 30 dias, de acordo com dados da Sesa.

Nesta sexta-feira (14), o estado chegou a 1.006.266 de casos confirmados e 24.187 mortes, de acordo com o boletim da Sesa. O aumento em relação ao dia anterior foi de 9.338 casos confirmados e 145 mortes.

Pelo menos até segunda-feira, continua liberado o funcionamento do comércio, de bares, restaurantes e shoppings centers aos domingos.

A abertura aos domingos das atividades não essenciais está condicionada a restrições de horário, ocupação e tipo de atendimento. O decreto também permite a reabertura de museus no estado.

Regras para funcionamento

De acordo com o decreto, nos municípios com mais de 50 mil habitantes as atividades de prestação de serviços e de comércio não essencial, como shoppings, poderão funcionar todos os dias das 10h às 22h, com limite de 50% de ocupação.

Nas cidades com menos de 50 mil habitantes, o governo diz que deverão ser seguidas as regras definidas por prefeitos.

Restaurantes, bares e lanchonetes poderão funcionar todos os dias, das 10h às 23h, com limitação da capacidade em 50%. Fora desse horário será permitida apenas a modalidade de entrega.

As academias de ginástica e demais estabelecimentos de práticas esportivas individuais ou coletivas estão autorizados a funcionar das 6h às 22h, com limitação de 30% de ocupação.

Os museus poderão receber o público no horário das 10h às 22h com 50% da capacidade.

Já as atividades e serviços essenciais, como supermercados, farmácias e clínicas médicas não tem qualquer limitação de horário, durante todos os dias da semana, inclusive aos finais de semana.

Toque de recolher e venda de bebidas

O decreto desta sexta uniformiza os horários do toque de recolher e da proibição de venda e consumo de bebidas alcoólicas em espaços públicos ou coletivos. Com isso, as medidas valem para o período entre 23h e 5h.

A proibição de circulação de pessoas não se aplica a profissionais e veículos vinculados a atividades essenciais, que não têm restrição de dias e horários.

Saiba o que continua proibido

Continuam proibidas atividades que causem aglomerações, como casas de shows, circos, teatros e cinemas; eventos sociais e atividades correlatas em espaços fechados, como casas de festas, de eventos, incluídas aquelas com serviços de buffet.

Também permanecem com proibição os estabelecimentos destinados a mostras comerciais, feiras, eventos técnicos, congressos e convenções; casas noturnas e correlatos; além de reuniões com aglomeração de pessoas, encontros familiares e corporativos.

Reuniões e encontros familiares e corporativos poderão ser realizados desde que não ultrapassem 50 pessoas, de acordo com o decreto.

Também continuam suspensas as aulas presenciais da rede estadual. O cronograma do retorno será definido pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed), informou o governo.

Igrejas e práticas religiosas

Pelo decreto, não houve mudança em relação às práticas religiosas, que devem seguir resolução da Sesa, de 26 de fevereiro. O documento orienta templos, igrejas e outros espaços a adotarem preferencialmente o formato virtual.

Caso haja atividades presenciais, os locais devem respeitar o limite de 35% da ocupação.

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo