Geral

Quem somos e o que queremos? Consegue responder?

“Cidadão não, engenheiro civil, formado, melhor do que você”. Essa frase foi dita por uma mulher, no auge da discussão entre ela, o marido, e um fiscal da Prefeitura do Rio de Janeiro, que inspecionava uma região na Barra da Tijuca, na semana passada. Diante da repercussão, a esposa foi demitida na segunda-feira (6), e o marido, engenheiro civil, diz estar sendo alvo de ameaças e insultos.

Inúmeras situações similares a essa, acontecem diariamente: a “superioridade” impositiva exposta em momentos, onde o que há de pior em seres humanos vem à tona. O que leva alguém, quem quer que seja, a imaginar-se melhor que seu semelhante? Num mundo, em que os bens materiais se sobrepõem aos espirituais e às qualidades individuais, vale a pena refletirmos e analisarmos: afinal, quem somos e o que efetivamente queremos?

O caso do “engenheiro civil”, demonstra que, quando acuados, externarmos o que temos no coração, expelindo o que há dentro de nós, independentemente de situação financeira ou social. A ação sem limites, a individualização das atividades e o pensar somente no pessoal, faz com que perguntemos: O que fizemos? Onde erramos?

Pensemos juntos : com dinheiro podemos comprar as melhores casas, carros, iates, viajarmos o quanto, e pra onde, quisermos; mas, não há como adquirirmos meio quilo de carinho, um quilo de amizade e uma pitada de amor.

Pense, analise, reflita!

Mostrar mais

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar