Educação

Professores estaduais do Paraná aprovam greve, caso haja retorno às aulas presenciais

Para ouvir a matéria, clique no play abaixo:

Professores e funcionários da rede estadual de ensino decidiram, em votação online, no sábado (12), que não retornarão para aulas presenciais em 2020. Em assembleia promovida pela APP-Sindicado, os servidores aprovaram a greve contra a retomada das aulas presenciais durante a pandemia do novo coronavírus.

Para o professor Hermes Leão, presidente da APP-Sindicato, a paralisação será desencadeada caso o governo do Paraná decida pelo retorno às aulas ainda em 2020. “A categoria está mobilizada e não aceitará qualquer imposição que coloque em risco a vida tanto dos estudantes e seus familiares, quanto dos profissionais que trabalham nas escolas”, disse Leão.

Os professores ligados à APP, também aprovaram um calendário de mobilizações que tratam das condições de trabalho dos servidores. “Vamos reforçar nossa resistência, especialmente neste momento complexo em que os governos têm promovido uma política de precarização da educação pública e de retirada de direitos da nossa categoria”, relatou a secretária de Finanças da APP-Sindicato, professora Walkiria Olegário Mazeto.

Além da preocupação com os alunos e seus familiares, a saúde dos professores também precisa entrar nesta discussão sobre o retorno às aulas. No Paraná um o levantamento indicou que 30% dos docentes estão no grupo de risco.

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar