SegurançaTrânsito

Parnanguara que estava como passageiro, pai do caminhoneiro, morre em acidente na BR-376 em Tibagi

Ouça a matéria

Um acidente de trânsito que envolveu uma carreta, na tarde de sábado (22) na região dos Campos Gerais, deixou uma pessoa morta. O trágico acidente ocorreu no quilômetro 421 da rodovia BR-376, no município de Tibagi, na região dos Campos Gerais do Paraná. Após tombar, o caminhão, que puxava uma carreta carregada, veio a colidir com a mureta de concreto do canteiro central. O condutor, de 36 anos, sobreviveu, mas o passageiro, Jair Luiz Geraldi, de 52 anos de idade, não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. Ele era o pai do motorista e morador de Paranaguá (PR).

Informações reveladas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que esteve no local para atender a ocorrência, informou que o caminhão, uma Scania R450, com placas de Paranaguá (PR), seguia de Imbaú para Ponta Grossa, quando se desgovernou em uma curva e tombou, por volta das 16h40. Ao tombar, a velocidade e o peso do caminhão, que estava carregado com tábuas de madeira, fez o veículo deslizar e colidir com a mureta de concreto.

O caminhão parou sobre a rodovia, bem como toda a carga, que se espalhou pelas duas faixas da BR-376, interditando o fluxo no trecho, sentido Curitiba, por um período – pela noite, o transito estava fluindo pelo acostamento, sem congestionamentos.

O motorista do caminhão realizou o teste do etilômetro, o qual apontou negativo para a ingestão de álcool. Ele foi atendido pelo Corpo de Bombeiros, através do Siate e posteriormente levado para o hospital de Telêmaco Borba. Já o passageiro teve o corpo removido pelo Instituto Médico Legal (IML) e conduzido para a unidade de Ponta Grossa. 

Fonte
aRede

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo