Olimpíadas

Paraná tem 13 atletas nas Olimpíadas de Tóquio

Ouça a matéria

Acontece nesta sexta-feira (23), às 8h, pelo horário de Brasília, a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, embora algumas competições tenham começado nesta quarta (21). Formada por 302 atletas, a delegação brasileira conta com 13 paranaenses, divididos em sete modalidades. Confira a relação, com a data de estreia de cada um (pelo horário de Brasília):

ATLETISMO

Alexsandro Melo (Londrina) compete no salto triplo e no salto em distância. É campeão sul-americano nas duas modalidades. Estreia no dia 1º, às 7h10, no salto em distância. No salto triplo, a primeira eliminatória acontece no dia 2, às 21h.

Tábata Vitorino de Carvalho (Maringá), 4x400m misto. É campeã brasileira. Estreia no dia 30, às 8h.

Tatiana Raquel da Silva (Londrina), 3000m com obstáculos. É campeã brasileira e sul-americana. Estreia no dia 31, às 21h40.

CANOAGEM DE VELOCIDADE

Vagner Souta (Cascavel), K1 1000m. K é abreviatura das provas de caiaque. O número 1 indica que a prova é individual. Vagner obteve três medalhas em Jogos Pan-Americanos: em Toronto (2015), prata no K4 1000m e bronze no K2 1000m; em Lima (2019), bronze no K1 1000m. Estreia no dia 1º, às 22h.

FUTEBOL
Bruno Fuchs
 (Ponta Grossa), zagueiro do CSKA, de Moscou, foi revelado pelo Internacional e nunca passou por clubes paranaenses. Estreia no dia 22, às 8h30 (Brasil x Alemanha).

HANDEBOL

Larissa Araújo (Curitiba), ponta-esquerda do Dunãrea Brãila, da Romênia. Medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos, em 2019, em Lima. Estreia no dia 24, às 23h (Brasil x Rússia).

Haniel Langaro (Umuarama) e Thiago Ponciano (Foz do Iguaçu), laterais-esquerdos que atuam na Espanha. Haniel é do Barcelona e Thiago Balonmano Ciudad Real. Estreiam no dia 23, às 21h (Brasil x Noruega).

RUGBY

Haline Scatrut Leme (Curitiba), esteve nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, quando o Brasil ficou em nono lugar no rugby feminino. Ex-jogadora do Curitiba Rugby, defende o Melina, de Cuiabá, atual campeão brasileiro.

Rafaela Zanelatto (Curitiba), do Curitiba Rugby. campeã sul-americana com a seleção, Rafaela foi considerada a melhor jogadora do país em 2019.

Estreiam no dia 28, às 21h30 (Brasil x Canadá)

VÔLEI DE QUADRA

Roberta Ratzke (Curitiba), levantadora do Osasco, estreia em olimpíadas. A curitibana começou a carreira nas categorias de formação de equipes da capital paranaense, como o extinto Rexona, o Santa Mônica, o Paraná Clube e o Positivo.

Natália Zilio Pereira (Ponta Grossa), ponteira do Dínamo Moscou, conquistou a medalha de ouro com a seleção brasileira nos Jogos de Londres, em 2012. A pontagrossense era criança quando se mudou com a família para Herval d’Oeste, cidade catarinense. O início no vôlei aconteceu em Joaçaba, município vizinho.

Estreiam no dia 25, às 9h45 (Brasil x Coreia do Sul)

VÔLEI DE PRAIA

Ágatha Bednarkzuc Rippel (Curitiba)

Em 2016, nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Ágatha obteve medalha de prata, formando dupla com a carioca Bárbara Seixas. Agora, a paranaense tem como parceria a sergipana Duda Lisboa. Estreia no dia 23, às 23h (Brasil x Argentina).

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo