Justiça

MP-PR quer lockdown nas regiões mais afetadas pela Covid-19 no Paraná

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) acionou a Justiça para obrigar o Governo do Paraná a invalidar atos que autorizaram o funcionamento de atividades comerciais não essenciais durante o estado de emergência em função da pandemia do novo coronavírus.

O Governo do Estado informou que não foi notificado da ação e aguarda a manifestação do Poder Judiciário a respeito do tema.

De acordo com a promotora de Saúde de Londrina, Susana de Lacerda, a ação civil pública foi ajuizada de forma conjunta pelas promotorias de Proteção à Saúde Pública de Curitiba, Londrina, Maringá e Cascavel.

Na ação, o MP pede a suspensão de todos os eventos religiosos no Paraná, proibição do governo de autorizar eventos que gerem aglomerações e concentrações de pessoas e a implantação de lockdown nas macrorregiões oeste e leste por 14 dias.

Os promotores destacam que o aumento do número de paranaenses com diagnóstico positivo para Covid-19 pode acarretar em falta de medicamentos e insumos, além da sobrecarga da rede de saúde.

Na ação, o MP afirma que há fortes indicativos de um “brevíssimo colapso na oferta de ações e de serviços de saúde” nas macrorregiões leste e oeste .

A taxa de ocupação de leitos de UTI adulto para Covid-19 no estado estava em 67% e de leitos para enfermaria em 48%, conforme boletim de domingo. A ocupação de leitos pediátricos estava em 32% para UTI e 20% para enfermaria.

“Enquanto o discurso e orientação normativa não se atrelarem a medidas práticas garantidoras de distanciamento e de isolamento social, os índices de pacientes diagnosticados e de óbito somente irão aumentar”, afirma outro trecho.

O Governo do Estado reafirma que mantém as recomendações sobre a importância do distanciamento e isolamento social para evitar a disseminação do novo coronavírus.

Tal orientação tem sido seguidamente defendida pelas autoridades estaduais, desde o início da pandemia da Covid-19.

Fonte
G1
Mostrar mais

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar