Litoral

Litoral: preservação da restinga é uma responsabilidade de todos

Uma parceria com o Governo do Estado, está sendo pleiteada para viabilizar passarelas aéreas sobre as áreas de vegetação

Para ouvir a matéria, clique no play abaixo:

A vegetação que cobre a orla marítima, e que chamamos de restinga, tem a função de acumular a areia que vem com as marés e o vento, fazendo com que essa “chuva de saibro” não se espalhe, preservando assim, as vias e as residências de nossa cidade.

Ocorre também, naturalmente, o acúmulo de areia (dunas), que protege a orla de erosões, e o continente contra a força das ondas e das ressacas. As dunas acabam servindo como “amortecedores” dessas oscilações.

O Litoral paranaense já foi bastante modificado, perdendo quase todas as áreas de restinga havendo, hoje, poucas regiões com a vegetação original. Uma exceção é a Ilha do Mel que, pela pouca ocupação imobiliária, tem uma expressiva presença da referida vegetação.

A restinga está mais estreita e bem degradada, pela ação dos homens, nos balneários. É momento de termos bastante cuidado, pois qualquer atitude mal conduzida pode prejudicar a vegetação e consequentemente, futuras gerações. Estamos passando por um momento em que as mudanças climáticas, por conta de fatores antrópicos (intervenção do homem), estão gerando consequências sérias ao meio ambiente e nem todas serão reversíveis, enfim, uma biodiversidade pode estar sendo perdida.

Em Guaratuba, consciente de que a vegetação está cada vez mais estreita nos balneários, a Prefeitura Municipal, através da Secretaria do Meio Ambiente, faz um trabalho contínuo e minucioso em relação às restingas, por meio de projetos de preservação, manejo, limpeza e recuperação do que é remanescente.

É importantíssima a colaboração de todos, a fim de que possa ser contida a destruição desse bioma, com atitudes simples, como por exemplo: não estacionar veículos sobre a restinga, respeitar as delimitações, usar as trilhas já abertas e não jogar lixo aleatoriamente.

Um trabalho em parceria com o Governo do Estado está sendo pleiteado pelo Poder Público municipal, para viabilizar passarelas aéreas sobre a restinga para, desta forma, garantir sua preservação e recuperação. É sempre bom lembrar, que essa vegetação protege o continente das ações marinhas e as cidades têm um papel preponderante para sua proteção e manutenção.

Silvana Baitala Buhrer

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar