Esportes

Grêmio sofre, mas vence Athletico Paranaense e carimba vaga na Libertadores

Ouça a matéria

O Grêmio está garantido na próxima Copa Libertadores. Neste domingo, o Tricolor Gaúcho recebeu o Athletico Paranaense, na Arena, em Porto Alegre, e, com muita dificuldade, venceu pelo placar mínimo. O gol da partida foi marcado por Thaciano na segunda etapa.

Com o resultado, o time de Renato Portaluppi chega a 59 pontos, na sexta posição, e não pode mais ser alcançado por nenhum clube fora do G8, garantindo, no mínimo, uma vaga na fase pré da Liberta. Do outro lado, o Furacão permanece com 50, encerra suas chances de Libertadores e vai disputar a Sul-Americana em 2021. 

Equilíbrio e nada de gols

O Grêmio começou melhor e, com intensidade conseguiu criar espaços para marcar. Isaque e Lucas Silva protagonizaram as melhores oportunidades da equipe gremista, mas desperdiçaram.

O atacante, logo aos sete, recebeu bom cruzamento de Pepê e cabeceou por cima. Já o volante Lucas tentou a finalização, após boa jogada de Diego Souza, e mandou a bola pela linha de fundo.

Do outro lado, o Furacão foi crescendo ao longo da primeira etapa e construiu grandes chances de perigo. Explorando as jogadas de velocidade, Jadson foi o cérebro do meio-campo paranaense e serviu muito bem seus companheiros.

Nikão e Léo Cittadini foram os mais acionados, mas pararam nas boas atuações do goleiro Paulo Victor e do zagueirão Kannemann, que interceptaram as boas jogadas rubro-negras e ajudaram a manter o zero no placar.

Thaciano dá vitória ao Grêmio

Na volta do intervalo, o desenho da partida permaneceu igual. Arisco, o Athletico Paranaense seguiu fazendo frente ao Grêmio. Aos seis, Jadson cobrou falta com categoria e quase abriu o placar em Porto Alegre. A bola raspou o travessão e saiu pela linha de fundo.

Logo na sequência, o Tricolor Gaúcho deu sua resposta. Diego Souza evitou a saída após o cruzamento e tocou para trás. Jean Pyerre dominou na entrada da área e bateu no ângulo, obrigando Santos a operar um verdadeiro milagre para salvar o Furacão.

O equilíbrio persistiu e as duas equipes continuaram a busca por espaço, com oportunidades de parta a parte. Até que aos 35, Diego Churín, em sua primeira participação no jogo, arriscou da entrada da área. A bola desviou em Pedro Henrique e sobrou limpa para Thaciano, que ficou cara a cara com o goleiro Santos e mandou uma bomba para abrir o placar para os gremistas.

No fim, o Athletico voltou a pressionar, finalizou com perigo com Vitinho, mas não conseguiu balançar as redes. Para piorar a vida dos rubro-negros, Thiago Heleno e Richard ainda foram expulsos por reclamação após o apito final.

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar