Segurança

Falsa enfermeira, que atendia pacientes infectados pelo coronavírus, é presa

Uma mulher, de 36 anos, foi encaminhada à delegacia após uma fiscalização do Conselho de Enfermagem do Paraná (Coren/PR) descobrir que ela estaria atuando como técnica em enfermagem, com um registro falsificado, em uma unidade privada de atendimento a pacientes infectados pelo novo coronavírus no bairro Boqueirão, em Curitiba. A suspeita foi conduzida à Polícia Civil na tarde desta quinta-feira (30).

Após constatação da situação de falsificação, as enfermeiras fiscais do Coren/PR, acompanhadas do delegado Rodrigo Souza e do superintendente Mohamed Abidin, fizeram a abordagem na instituição em que a mulher trabalhava para recolher o documento falsificado e garantir o afastamento imediato da suposta profissional das atividades de enfermagem.

“É função da fiscalização do Coren/PR garantir que profissionais devidamente habilitados exerçam atividades de Enfermagem. Uma pessoa sem qualificação atuando em procedimentos da área pode colocar a vida dos pacientes em risco”, explicou a enfermeira fiscal do Conselho, Elizabeth Cunha. No momento da abordagem, ela atuava na triagem de pacientes com suspeita de covid-19, atividade que pode ser exercida apenas por enfermeiros.

No mesmo momento, a mulher foi retirada do trabalho e teve que seguir até a delegacia para explicar a situação. “A falsa técnica de enfermagem estava atuando na unidade e quando abordada pelos policiais e fiscais do Coren/PR negou os fatos, mas na delegacia confessou que não tem habilitação técnica para o exercício da função e que utilizou um registro falso para sua contratação, que ocorreu em março de 2020”, detalhou o delegado.

Após prestar depoimento, foi lavrado pela Polícia Civil um termo circunstancial de exercício irregular da profissão e aberto um inquérito para a apuração da falsificação dos documentos.

A Enfermagem é uma profissão regulamentada por Lei Federal (Lei n.º 7.498/86) e somente o profissional habilitado, inscrito e em dia com seu conselho de classe, pode exercer as atribuições da área. A principal função da fiscalização é garantir segurança à sociedade quanto aos trabalhos prestados por enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem.

Fonte
Coren-PR
Mostrar mais

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar