Segurança

Encontrado corpo de adolescente desaparecido no mar em Pontal do Paraná

Ouça a matéria

Por volta das 14 horas desta segunda-feira (11), o Corpo de Bombeiros recebeu a informação de que um corpo havia sido retirado do mar por pescadores, a cerca de 50 metros da areia, na região da Prainha, entre o Trapiche e a área de construção de plataformas.

O local fica a aproximadamente 830 metros do local onde a vítima submergiu na manhã deste domingo (10).

O Corpo de Bombeiros, presente no local, acionou o Instituto Médico Legal, que fará o encaminhamento do corpo para Curitiba.

SOBRE O TRABALHO DE BUSCA
Na manhã deste domingo (10), aproximadamente às 11h, um Guarda-Vidas que estava em horário de folga, caminhando com sua filha, visualizou um afogamento próximo às pedras do Trapiche em Pontal do Sul, em Pontal do Paraná.

A região é sinalizada com bandeira preta, indicativa de faixa não-protegida por Guarda-Vidas, e também com placas de perigo pois, além de forte corrente e do canal (saída de embarcações) há uma mudança abrupta de profundidade.

Segundo informações, a família é residente de Curitiba e teria vindo passar o dia no litoral.

Foto: rede social

De imediato o Guarda-vidas entrou na água para retirar a vítima feminina (que saiu ilesa) e, posteriormente, foi informado de que havia uma criança (filho da mulher resgatada) no mar, que havia submergido rapidamente. Retornou à água e já com o acionamento do Posto de Guarda-Vidas próximo ao local, e reforço de efetivo, foram iniciadas as buscas à vítima masculina, de 13 anos.

Guarda-Vidas militares e civis atuaram nas buscas tanto na água quanto na areia. Foram empregadas as técnicas de mergulho livre, mergulho com equipamentos, busca de superfície por embarcações (moto aquática de salvamento e bote inflável de salvamento) e busca aérea pela aeronave do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA).

No início da noite, por protocolo, as buscas foram suspensas e retomadas na manhã dessa segunda-feira (11 de janeiro), com equipes do Corpo de Bombeiros atuando nas buscas tanto em profundidade (com mergulhadores fazendo uso de equipamentos) quanto de superfície, com o emprego de embarcações de salvamento (moto aquática e bote inflável) e aeronave do BPMOA.

O Corpo de Bombeiros orienta: fique atento às sinalizações na praia. Os riscos do mar não estão somente nas ondas e nem sempre são visíveis. Nade sempre em faixa protegida por Guarda-Vidas, delimitada por bandeiras ou windbanners vermelho e amarelo e nunca entre no mar próximo a uma placa de perigo.

Baixe o aplicativo do Corpo de Bombeiros gratuitamente em seu celular e procure o Posto de Guarda-Vidas mais próximo para um banho de mar seguro.

Via
CBMPR

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar