Internacional

Civis ucranianos permanecem presos na siderúrgica em Mariupol

Ouça a matéria

O secretário-geral da ONU, António Guterres, em coletiva de imprensa recente, afirmou ao Conselho de Segurança que, em ação conjuta com a Cruz Vermelha, está em andamento uma terceira operação para retirar civis da região de Mariupol, onde cerca de 200 civis continuam encurralados em bunkers subterrâneos, dentro de um siderúrgica, com pouca comida e água, dentro de uma siderúrgica.

Em uma conversa por telefone, o Presidente Russo, Vladimir Putin, afirmou ao primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, que Kiev deveria determinar que os soldados ucranianos, que defendem a siderúrgica sitiada em Azovstal, baixassem as armas, pois, a Rússia está preparada para fornecer passagem segura aos civis.

Em contrapartida, um soldado ucraniano, que esteve preso dentro do complexo, acusa as forças russas de violar a defesa da siderúrgica, desobedecendo a promessa de cessar fogo, para que um corredor humanitário fosse criado, mesmo que alguns civis tenham conseguido deixar a siderúrgica em segurança, cerca de 200 civis ainda permanecem dentro dos abrigos, com escassez de água, comida e remédios.

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo