Coronavirus no ParanáSaúde

As consecutivas quedas na procura por vacina para a Covid-19 preocupam autoridades sanitárias do Paraná

Ouça a matéria

De acordo com os resultados de um recente levantamento da Sesa, os dados do “Vacionômetro Nacional” mostram que a procura por vacinas contra a Covid-19 caiu novamente no Paraná, a consecutiva queda na procura preocupa as entidades sanitárias do Estado.

A vacinação no Estado do Paraná apresenta queda nos percentuais desde janeiro; no mês de abril cerca de 856,3 mil doses foram aplicadas no Paraná, este número representa uma queda de 54% em relação a janeiro, quando foram aplicadas 1,8 milhões de vacina.

A dose de reforço é a vacina que mais impacta este número, no início do ano, o Estado registou ao todo 1.235.074 aplicações, já em abril, este número caiu para apenas 370.209 doses, o que representa uma queda aproximada de 70%.

Segundo a RNDS (Rede Nacional de Dados em Saúde), em todo o Estado do Paraná, ao menos 4,3 milhões de pessoas não tomaram a terceira dose, dentre esse percentual, a faixa etária que mais deixou de vacinar foi de adultos entre 25 a 29 anos, ao todo, nesta faixa etária, 555 mil pessoas deixaram de tomar a dose de reforço.

O Estado do Paraná é o quinto colocado no ranking nacional de vacinação, atrás da Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo. Em números gerais, o Paraná aplicou 24.581.699 milhões de doses, essas doses estão sub-divididas em:

  • 9.968.534 primeira dose;
  • 8.993.988 segunda dose;
  • 333.651 dose única;
  • 4.691.000 dose de reforço;
  • 271.390 segunda dose de reforço ou quarta dose;
  • 323.136 doses adicionais.

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo